quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Reflexões de fim de ano



Depois da revolta do post passado, venho aqui mostrar meu lado humano.
Olhando os blogs q eu acompanho vi no Matheus Pordeus, que aliás posso dizer que é meu amigo íntimo, vi o ultimo post dele, e aproveitando o post e a época em que nós estamos, parei pra pensar, sobre os fatos e pessoas que marcaram esse ano de 2009, sem dúvida aconteceram muitas coisas boas, e muitas coisas não tão boas assim.



Sobre as pessoas, quando li o post do Matheus, lembrei de um texto que a diretora do meu antigo colégio leu, não lembro o nome do autor, nem do texto em si, mas falava mais ou menos isso:
Nós somos árvores, já nossos amigos são nossas folhas, sempre tem aquelas folhas mais próximas e aquelas que estão nos galhos mais finos e distantes, mas todas estão conosco, e mesmo quando elas se vão, caem nas nossas raízes. O texto é bonito, bem maior que isso, mas minha memória está uma porcaria e realista, mesmo quando as pessoas vão embora, elas continuam nas nossas lembranças e ainda deixam uma marca em nosa vida.



Esse ano realmente foi produtivo em questão de conhecer pessoas, conheci amigos pela internet, conheci amigos "por acidente", conheci pessoas famosas, pessoas anônimas, enfim, muitas pessoas, mas em compensação nesse  ano também muitas folhas cairam; meu pai faleceu, dois amigos meus se mudaram para outro país, outras duas voltaram pro país de origem, amigos do bairro e do colégio que provavelmente não verei tão cedo...



Fiz muitas coisas legais esse ano também, conheci meu "dom" não não sou telepata, apenas as pessoas da minha geração da família tem uma facilidade espantosa pras pessoas nos procurarem pra desabafar, comecei a ser uma pessoas melhor, mais prestativa, perdoei mais, proporcionei alegria de algumas pessoas, tentei julgar menos as pessoas e controlar a língua, mas sei que errei,e não foi pouco, mas fazer o que, somos humanos e todos nós erramos, não me sinto culpado pelo que eu fiz, se me senti, me perdoei ou me perdoaram.



Bem, analisando esse ano, acho que posso dizer que ele foi bastante produtivo, e olhando bem posso dizer que esse ano fiquei no azul, o saldo foi positivo, muitas coisas boas, e algumas coisas nem tão boas assim, mas o que seria a vida sem as dificuldades? Uma monotonia só....

Já que todos escrevem mensagens de fim de ano quero escrever a minha:
Não importa a orientação sexual, a raça, a religião, os costumes, tradições, hábitos, situação financeira, situação de saúde de uma pessoa, o que importa é o caráter dela, então, se livrem de uma vez do fantasma do preconceito, pois ele só faz nos afastarmos das pessoas e perdermos muitas oportunidades de encontrar bons amigos ou quem sabe até um grande amor.




O que eu tenho pra dizer é:






2 comentários:

Oliviér xP disse...

Owww, apoiado - pra isso que temos blogs pra desabafar e compartilhar com o mundo o que a gente tá sentindo! Adoro mensagens de colégio!! As tias da coordenação vasculham os cantos mais obscuros da internet!! Me identifiquei com muita coisa!! Foda esse ano foi! =D

Sam Freire disse...

"As tias da coordenação vasulham os cantos mais obscuros da internet!"
realmete... sim o ano não foi fácil, mas e dái, amadureci bastante no decorrer desses 365 dias.^^

Postar um comentário

Já que nada é por acaso seu comentário também não vai ser né? Comenta aí
={D

 

Copyright © 2010 Efeito Dominó | Blogger Templates by Splashy Templates | Free PSD Design by Amuki